Ch-ch-ch-ch-ch Cherry Bomb!!! The Runaways ^^


Eu assisti The Runaways. E assisti uma vez só, quando não resta dúvida que o filme é bom se assisti uma vez só e tudo fica fotografado na nossa mente ^^

The Runaways, como todas nós sabemos, é uma filme biográfico baseado na trajetória da banda que dá título ao filme, que marcou a história da música por ser a primeira banda de rock formada apenas por mulheres. Cherie Curry era a mais nova, tinha 15anos na época e Lita Ford a mais velha, com 17.  E enquanto eu assistia o filme é que eu me dei conta que talvez, The Runaways seja até hoje a única banda de rock formada apenas por mulheres a alcançar sucesso mundial. Tivemos na década de 80 o 4 no Blondes, banda liderada pela Lésbica X Linda Perry, que entre outras proezas compôs o hino contemporâneo da classe (Beautiful, interpretado por Christina Aguilera) e namora a linda Clementine Ford de The L Word (ainda não defini qual é a proeza maior rs). O 4 no Blondes liderou as paradas do mundo com o hit What’s going On, porém não conseguiu o mesmo com as outras canções lançadas, nenhuma foi tão longe quanto What’s Going on, logo a banda se desfez restando apenas o estigma de banda de uma música só. Existem muitas bandas de sucesso com vocalistas mulheres, tal como Evanescence (Amy Lee), No Doubt (Gwen Stefani), aqui no Brasil temos a suprema diva do rock nacional, Paula Toller liderando o Kid Abelha, no passado Rita Lee liderava Os Mutantes. Bandas lideradas por mulheres, mas com homens no background. E sim, nós temos hoje em dia algumas bandas de rock formadas exclusivamente por mulheres, nos Estados Unidos, The Donnas (banda que tocava na abertura de South of Nowhere), aqui no Brasil atualmente temos o Lipstick e  Agnela, porém, o que estas bandas fazem é uma mistura de rock com girlband que denomina-se pop rock. The Runaways foram as primeiras e as últimas a formar uma banda de rock genuíno poderosa.


A banda girava em torno da dupla Joan Jett e Cherie Curry, então nada mais natural que o filme girar em torno destas duas também. Joan Jett, uma aspirante a guitarrista e Cherie Curry, uma adolescente que gostava de chamar atenção. Com uma beleza a la Brigitte Bardot, Cherie era o rosto que estava faltando para completar a banda que já tinha  a atitude e a guitarra de Lita Ford, a bateria de Sandy West e as composições e a música de Joan Jett. Muito antes da Disney pensar em produzir astros adolescentes do reino do pop, The Runaways inovou na sua vocalista com jamais havia se visto, rosto de Brigitte Bardot, agressiva como David Bowie e com apenas 14 anos de idade, que subia nos palcos de lingerie, essas coisas. Cherie Curry como frontgirl significava transgressão total e ilimitada.


E era este o produto do The Runaways, transgressão total. Irônico é o fato do rosto desta transgressão, não era tão transgressora assim. E foi isso que deu errado. Em uma das primeiras cenas do filme, se vê Cherie Currie (Dakota Fanning crescida e lindíssima *.*) chegando para a audição da banda, ela havia ensaiado uma música lenta, o clássico Fever, que a banda se recusou a tocar, afinal era uma banda de rock e esta é a primeira vez que Joan protege Cherie. Joan e Kim Fowler, empresário das moças, começam então a compor uma música especialmente para Cherie. Cherry Bomb, que viria a ser o primeiro super sucesso da banda, começa a ser feita ali mesmo e logo é testada na voz de Cherie, tudo vai bem até que a frase “I’ll give ya something to live for, have ya, grab ya til your sore” é colocada na música. Ao pé da letra significa “Eu vou te dar uma coisa que você viverá por, tome, agarre, até doer” . Cherie se recusa a cantar esta frase. E esta é a última decisão que Cherie, filha preocupada, irmã-amiga, que gostava de dublar David Bowie toma por ela mesma. E só durou 3 minutos até ela ser convencida de cantar a frase que ela havia recusado.

Garotas de personalidades completamente diferentes numa banda em ascensão. Quem era a frontgirl? Cherie Curry, quem era a líder? Joan Jett. Assistindo o filme é fácil se perceber qual era a função de Joan, na verdade, não é nenhum exagero dizer que Joan Jett era a banda. Além de tocar, de ser responsável por 90% das  composições, a função de Joan era principalmente, manter a banda unida. Não havia problemas com as outras garotas, mas entre Cherie Curry e Lita Ford, a briga de egos era gigantesca. Joan as mantinha unidas, separava as brigas, domava o gênio difícil de Lita Ford. E amava o gênio excêntrico de Cherie Curry. A sub-história Joan e Cherie é contada em olhares, de forma delicada e quase subliminar.


Joan se apaixonou por Cherie na primeira vez que a viu, numa boate. Sobre Cherie não se tem muito o quê se extrair. Sempre enigmática, sempre diferente, Dakota Fanning é tão incrível como atriz que conseguiu capturar com maestria o traço mais particular da personalidade de Cherie, nunca se sabe o que ela quer, no que ela está pensando. Joan a protegia de absolutamente tudo, das críticas das outras, da imprensa, a protegia dela mesma. Joan sempre estava do lado de Cherie, e com certeza a história delas não se tratou apenas de uma noite estranha num motel, foi bem além do mostrado. A forma que elas se olhavam faz muito mais sentindo do que a tão falada cena de beijo, na qual Kristen Stewart foi censurada. Kristen tinha restrições na cena pelo fato de Dakota ser menor de idade, ela não podia por exemplo, colocar suas mãos nela, como uma cena de beijo poderia ficar boa o suficiente com esse tipo de restrição? Ficou boa, melhor, ficaram boas, a cena é extendida, filmada de perto, olhares, toques, beijos, tudo suave, dentro do que era possível, beijos sob uma luz vermelha que logo se transforma em cenas caleidoscópicas de algo mais. É a noite que antecede a confirmação de uma turnê mundial e a contratação da banda pela maior gravadora da época. Cena fofa a vista? Sim, sim, sim, Joan derruba Cherie na cama e rouba um beijinho dela ^^


A banda deu errado, acabou, por quê? De cara eu diria que a culpa imediata foi de Lita Ford e a sua não aceitação em ser backgound de Cherie Curry. Culpa maior? Acho que o ultimo diálogo entre Cherie e Joan explica bem. Depois de uma última super discussão com Lita Ford (por ciúmes de Lita diga-se de passagem, agora eu até entendo porque ela se recusava a vender seus direitos para o filme ¬¬). Cherie chora e diz que quer ir pra casa, que quer a família dela, a vida dela de volta. E Joan soca uma parede e diz que aquela é a vida dela, que a banda é a família dela. Joan nasceu para a música e para o sucesso. Cherie não. Ela era só uma adolescente exibida, uma hora cansou de fazer shows de lingerie e só queria voltar pra casa. The Runaways  ^^

Figura1: Lita Ford pode ser geniosa, mas tá pra nascer guitarrista mais sexy do que ela, ai ai;

Figura2: Cherie Curry teve seu primeiro orgasmo pensando na Charlie Angel, a super pantera mor Farrah Fawcett, haha, gostei ^^




Riley Keough and Juno Temple


Figura3: Riley Keough, que interpreta Marie Curry, irmã de Cherie é neta de Elvis Presley ^^ Ela está na produção “Jack and Diane”, que contará com Kylie Minogue (♪♪ I Just can’t get out my head..♪♪) e Juno Temple ( de “Cracks” e de “Year One”, na qual ela atua com Olivia Wilde). Na trama Kylie será uma lésbica super tatuada e Temple e Keough terão um romance😉 Quero ver *.*

Figura4: Eu nem sei se Joan Jett era tão sapatão assim, mas a Kristen está super neste filme! Uma coisa over de tão detalhada, ela falava como sapatão, andava como sapatão, olhava que nem sapatão, usando camisetas sem sutiã, parece que pegou um curso com a Katherine Moennig pra saber todos os trejeitos da coisa, Kristen diva \o/

Ps: Download do filme disponível na página de downloads😉

10 comentários (+add yours?)

  1. Carol F.
    Jul 23, 2010 @ 14:23:51

    Adorei Jessica! Agora tô super empolgada pra ver o filme :B

    Beijos ;*

    Responder

  2. Letícia
    Set 13, 2010 @ 21:31:32

    Bom, eu sou vocalista de uma banda de rock, e desde sempre acompanho a história das Runaways. Assisti o filme, e posso dizer que ele não fala das Runaways e sim da Joan e da Cherry. Muitos fatos não foram citados, então não tire conclusões apenas pelo filme. A Lita não teve nenhuma culpa pelo fim da banda. O fato é que Cherry sempre foi egocêntrica, e queria ser sempre o foco de tudo. Apesar de que como cantora, Lita Ford com certeza é uma das Deusas do Rock. Como guitarrista então, sem comentários (:
    É isso😀 pesquise, é mt interessante a história delas

    Responder

  3. Luiz
    Mar 06, 2011 @ 17:30:36

    O nome da musica do 4 no blondes é what’s up….

    Responder

  4. Larissa
    Maio 30, 2011 @ 23:59:48

    Letícia disse exatamente o que eu ia dizer.
    O filme não faz exatamente justiça a banda como um todo, até porque foi baseado em um livro escrito por Cherie Curry. Mas esse filme com certeza valeu por trazer essa clássica all girl rock band para o holofotes.
    A história e conflitos da banda são bastante interessantes, se quiser pesquisar. É tudo meio obscuro e intrigante, e eu nunca sem qual delas está falando a verdade (se é que essa verdade existe, e não passa de pontos de vista dos acontecimentos). Tem um documentário bastante interessante, Edgeplay: A Film About The Runaways, que mostra o depoimento das várias integrantes da banda com excessão de Joan que se recusou a participar.

    Responder

  5. MURILO
    Ago 31, 2012 @ 09:55:06

    HEY THE RUNNAWAYS NÃO FOI A UNICA BANDA FEMININA DE SUCESSO NAO….. TEM O BANGLES DE 80 QUE É COM UMA EX RUNNAWAY DO ETERNO SINGLE ETERNAL FLAME

    Responder

  6. cristianne
    Nov 28, 2012 @ 14:22:56

    Ameiiiiiii elas são lindas tenho sonho de formar uma banda só de garotas tbm !!!!!!! *-*

    Responder

  7. cristianne
    Nov 28, 2012 @ 14:24:25

    sou completamente loca por esse filme cara e poder ter minha banda de rock só de garotas *-*

    Responder

  8. Naara
    Fev 16, 2013 @ 08:29:59

    Ja assistii.. Mtoo legal..

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

"Every time a lesbian comes out, an angel gets her wings..." ^^

Contador de Visitas ^^

Contador de visitas
%d bloggers like this: