Black Swan – O Filme do Ano!

E então, acabou a agonia que me fez de refém por meses, desde que o meu amado Lebiscoito noticiou que Black Swan estava começando a ser rodado tendo como cenário o meu recital de ballet favorito, The Swan Lake além de uma super cena descrita como “sexo induzido por ecstasy, esfomeado, agressivo e violento” envolvendo a minha amada Natalie Portman e a bonitinha da Mila Kunis, eu assisti Black Swan ^^ E o que eu posso começar escrevendo? Ah sim, valeu a pena cada diazinho de agonia esperando este filme que entra para o hall das melhores história que eu já vi no cinema😉

Antes de começar a resenhar a respeito do filme, é necessário entender exatamente do que se trata The Swan Lake. Uma princesa pura e virgem é vítima de um terrível feitiço que a transforma em cisne e que só permite que ela assuma a sua forma humana durante a noite, tipo Shrek, mas ao contrário e com mais dor ^^ A princesa, que é a Rainha dos cisnes do lago, que também são donzelas enfeitiçadas, deseja liberdade que apenas poderá ser alcançada através da consumação do amor verdadeiro. E isso chega perto de acontecer quando o Príncipe se apaixona por ela e lhe jura amor eterno. Porém antes da consumação do amor, ele é seduzido pela gêmea má, o cisne negro, quebra a sua promessa deixando o cisne branco destruído, que não vendo outra alternativa, salta no penhasco, encontrando enfim na morte, a sua liberdade. Trágico não é? Aliás, desde quando eu comecei a fazer ballet, trágico é o melhor adjetivo para descrever o que é ballet e Black Swan, traz todo esse lado dark do ballet para a tela, o ballet foi criado no século das luzes como uma ferramenta de feminilidade, o mesmo deveria transcrever toda doçura e delicadeza que deve pertencer a uma mulher, porém a verdade é que essa doçura e delicadeza exige sacrifícios físicos que muitos lutadores de vale-tudo pediriam pra sair a ter que cumpri-los. Tô falando sério. E estes sacrifícios físicos é um ponto bastante mostrado no filme, em cenas que causam agonia e aflição como um dedão do pé estourando a unha na repetição de giro na ponta, ou ossos fora do lugar sendo recolocados abruptamente, esse tipo de coisa que me fizeram parar de respirar por uns segundos.

Mas, por que interpretar a Rainha dos cisnes é o sono de toda grande bailarina? Símbolos, The Swan Lake é o recital de ballet número 1 do mundo, foi criado na escola russa Bolshoi, é a principal peça da maior escola de ballet do mundo, a mesma Bolshoi anteriormente citada, para você alcançar ser um dos cisnes do lago já é necessário está no patamar mais alto da escada, agora ser a Rainha dos Cisnes corresponde a algo como ser a Rainha de todas as grandes bailarinas do mundo. É o objetivo de todas, inclusive da nossa protagonista interpretada pela minha amada e adorada Natalie Portman (que aliás está uma coisa querolevarpracasa de tão perfeita bailarina que ela encarnou ^^). Nina, personagem de Portman é uma dedicada e obstinada bailarina obcecada pela perfeição de cada movimento que ela executa. A história por trás de Nina é contada em entrelinhas durante o filme, Nina é filha de uma ex-bailarina que teve que abandonar a sua carreira no ápice por ter engravidado do que eu entendi ser o professor de ballet dela na época e por isso, ela investe todos os seus atropelados sonhos em Nina, quer que Nina alcance tudo que ela não conseguiu. A relação entre elas é de fanatismo e poder. A mãe é uma fã obcecada de Nina (fã mesmo, tipo, ela tem uma parede inteira de desenhos pintados do rosto de Nina, é o passatempo dela, sinistro). A ocupação da mãe é manter Nina 24 horas sob o seu controle. As portas não possuem trancas, Nina recebe ajuda para comer, se vestir e dormir, isso também é sinistro, porém apesar do fato de ser tratada como se ainda tivesse 6 anos de idade por sua mãe, ela parecer ser a única amiga que Nina tem.

O filme começa com Winona Rider, até então a prima bailarina da companhia sendo demitida e tendo um ataque a La Garota Interrompida quebrando seu camarim. O diretor da companhia então vai em busca da sua nova primeira bailarina e anuncia que aquela nova fase da companhia irá estreiar com uma ousada versão de The Swan Lake e lança um desafio a suas alunas: interpretar um dos cisnes é simples, porém qual delas será capaz de interpretar os dois cisnes, tão distintos e antagonistas?

Pois é, o professor não acha que ela será capaz, mas mesmo assim, sua escolhida é Nina Sayers, o perfeito cisne branco, a dona dos 3 D’s: doce, delicada e dedicada ^^ Porém, e o cisne negro? Será que ela vai ser capaz de fazer de seu lado dark seu cisne negro?

A minha leitura pessoal da versão do professor Leroy para O Lago dos Cisnes é que ele substituiu a consumação do amor por consumação sexual, a sua versão é mais sensual e ao que parece, fazendo também uma leitura pessoal é que Nina não viveu essas descobertas, ela sempre esteve tão envolvida pelos ensaios de ballet, pela idéia de melhorar e melhorar sempre mais que  a sua vida pessoal foi deixada de lado. Ela não tem essa sensualidade do cisne negro, a tal sensualidade que sobra em sua rival Lily, a sexy Mila Kunis ^^

Lily é o oposto total de Nina e o perfeito cisne negro. Lily é irresponsavelmente espontânea, a encarnação de viva La vida loca regada a festas, bebidas, diversão e drogas ilícitas, a perfeita garota festeira que todo mundo adora e quer levar pra casa no final da noite ^^ A antipatia entre elas começa na audição de escolha da protagonista, Lily novamente chega atrasada e bate a porta enquanto Nina terminava a sua apresentação, ela se desequilibra e cai. Quando eu vi pela primeira vez eu não dei muita importância a essa cena, mas como o simbólico neste filme é algo que está presente nele inteiro, depois eu fui perceber o que essa primeira cena quer dizer. Nina é controla quase tudo ao seu redor, é fria e estabilizada o tempo todo e Lily, bem, Lily é o único agente que consegue desestabilizá-la, que consegue quebrar a sua concentração, interferir na sua técnica. E não se trata apenas de um desequilíbrio físico.

Logo após a apresentação de Nina como primeira bailarina, Leroy a leva pra casa e faz com ela uma verdadeira sabatina sexual. Pergunta sobre namorados, sobre sexo, se ela gosta, se não gosta, sobre prazer sexual e tendo convicção que prazer sexual realmente é uma coisa que Nina não conhece, ele passa um dever de casa pra ela: ela deve ir pra casa e se masturbar. É, ele diz isso e ela como boa aluna que sempre foi, acorda no dia seguinte e decide fazer o dever de casa. Pois então, ela tenta, tenta e consegue relaxar, começa a curtir o que está fazendo, a saborear e quando ela está quase lá, ela se vira e dá de cara com a sua mãe dormindo no sofá dentro do quarto dela. Deus!!! Quer coisa mais assustadora? Você tá lá, curtindo e de repente dá de cara com a sua mãe? Sinistro, cara, muito sinistro e lá se foi para o lago abaixo o dever de casa de Nina. Que situação, ai ai

“Nina, sua dança é fria” é o que mais Nina escuta de Leroy que não está satisfeito com o cisne negro que Nina apresenta. A pressão sobre ela aumenta, Lily a perturba com sua simples presença, com sua despretensão de ser o que Nina não consegue alcançar. Certa noite, Leroy a cobra mais uma vez com veemência, o que faz Nina cair no choro e quem aparece para consolá-la? Lily é claro ^^ E numa tentativa de ajudar (sim, porque eu acredito que Lily no fundo é uma boa pessoa ^^), ela vai falar para Leroy pegar mais leve com Nina, o que o deixa furioso e quem sofre essa fúria claro é Nina, que vai tirar satisfações com Lily, elas discutem e Nina vai pra casa, aonde tem um estranhamento com sua mãe, uma discussão básica, alguém bate na porta, a mãe vai atender, volta e diz que não era ninguém, Nina vai atrás e Surprise!! É Lily linda e sexy parada bem na sua porta. Lily pede desculpas pelo o que se passou e a chama para jantar fora e meio que eu fuga da sua própria mãe, Nina aceita e sai praticamente fugida com ela.

Elas vão jantar e durante o jantar Lily oferece uma pílula ilícita a Nina, daquelas que nos fazem viajar por horas e horas como ela explica. A principio Nina recusa, mas depois do convite para irem dançar, Nina acaba aceitando a tal pílula que leva ao céu. Elas conhecem uns caras e logo a droga faz efeito, faz efeito tipo assim:

Deu pra ver que essas pílulas da Lily fazem um feito bem interessante ^^ E elas vão para a pista de dança em uma cena que é necessária bastante atenção, pois ela é mostrada em flashes em meio as luzes da boate, na primeira, na segunda e na terceira vez, essa cena me passou despercebida também, mas quando eu voltei a vê-la em slow, deu pra compreender tudo. É a cena do feitiço, na qual o cisne negro toma conta do cisne branco, é exatamente isso que ocorre, Lily toma conta de Nina. E o que acontece na pista, em slow motion, é isso aqui:

 

O feiticeiro. E o que acontece em seguida é isso aqui:

Lily beija Nina em uma alusão ao beijo do amor verdadeiro e como já foi descrito aqui, no caso, é o beijo do orgasmo verdadeiro😉 Elas vão pra casa, de taxi e no taxi, os dedinhos de Lily caminham pelas pernas de Nina, para o meio delas como bem se pode ver na imagem abaixo:

Chegando em casa, Nina enfrenta a mãe e corre para o quarto com Lily e enfim, temos a tão falada cena de sexo entre Mila Kunis e Natalie Portman. Bem, o que eu posso dizer? Superou Chloe, superou muitas das cenas de sexo que eu já vi no cinema, é uma das mais reais que eu já vi, com riquezas de detalhes e nos moldes da realidade, a descida de Lily pelo corpo de Nina é uma coisa “tesônica” de se ver, bem no estilo Lou Foster em Lip Service, achei que tão cedo não iria ver uma cena tão a nível, Mila Kunis, amiga, que pegada e que lingerie!! Que arraso essa menina, ai ai,  vide imagens abaixo:

E adivinhem? Acabou a busca pelo orgasmo perfeito, Nina consegue se satisfazer (também pudera, né? Mila Kunis entre as suas pernas, com aquela tatuagem, tem como ser diferente?), dominar a sensualidade e com isso, enfim, o cisne negro está liberto e pronto para cumprir o seu papel. Daqui para frente, você precisa ver este filme incrível, fazer suas leituras e essa conversa constante entre o recital e o filme. Black Swan na minha modesta opinião, é um dos melhores thrillers que eu já assistir, o erotismo presente nele não é gratuito, é justificado e bem utilizado, conta com a atuação impecável de Natalie Portman (a transformação dela em Cisne Negro é digna de um Oscar) e com toda a sensualidade sem pretensão de Mila Kunis, a química entre as duas é outro ponto que vale a pena destacar, o entendimento e a aparência, como elas se parecem em algumas cenas, a ponto da gente confundir quem é uma e quem é outra, é como se o feitiço que ronda os cisnes branco e negro fosse constante entre elas. Filme ótimo, vale a pena assistir, se envolver e tirar suas próprias leituras dele. Vale a pena as cenas de ballet, a trilha sonora, a beleza de Mila Kunis, o talento de Natalie Portman, a super cena de sexo entre as duas, vale a pena até as cenas de aflição, juro que vale rsrs O quê escrever mais… Ah sim, Darren Aronofksy é gênio e Natalie Portman é diva *.*

 

 

 

6 comentários (+add yours?)

  1. Baby
    Fev 01, 2011 @ 06:25:02

    Nossa!!!!!!
    até perdi o fôlego só de ler o q está escrito aqui… :O e olha que nem sou lés..rsrsr
    o filme parece mesmo mto bom!!!!!!!
    Andei lendo alguns de seus postes, e caramba menina!!!!! vc é boa nisso
    mesmo, me perco lendo as coisas que vc escreve, sua forma de argumentar é ótima, seja da mais formal e até a coloquial, me divirto, vc consegue roubar minha atenção!
    Parabéns!

    Mil bjos

    Amanda (RJ)

    Responder

    • Jessica
      Fev 01, 2011 @ 08:42:11

      AhhhêêÊÊ!! Ganhei uma leitora hetero ^^

      Que legal ler seu coment, Amanda, fiquei convencida agora rsrs
      É tão gostoso ler coisas assim, valeu mesmo, viu? Melhorou meu dia!

      Volte sempre, sinta-se em casa🙂

      Beijinhos ;*

      Responder

      • Baby
        Fev 01, 2011 @ 09:09:53

        Oi amore!!!!!! ..hum.. não falo mais, se não vai ficar convencida d+..rsrsr😉
        (brincadeirinha) vc é boa mesmo, que bom q melhorei seu dia, nossa.. mto bom saber disso!!!🙂 vc é um docinho!
        ..é claro q sempre visitarei aqui😉 !

        Ha! e tenho certeza q vc tem várias leitoras hetero, vc escreve mto bem… ^_^

        Kiss my favorite writer !!!🙂

        Fica com Deus

      • Jessica
        Fev 01, 2011 @ 10:46:04

        ^^
        Obrigada, querida

        Beijinhos menina gentil *.*

  2. Priscila
    Mar 19, 2011 @ 11:02:09

    Agora uma coisa… ela nao transo com Mila Kunis, e sim com a mãe dela!!
    Quando vi o filme de novo quase morri!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

"Every time a lesbian comes out, an angel gets her wings..." ^^

Contador de Visitas ^^

Contador de visitas
%d bloggers like this: